Ingerir insetos faz bem para a saúde, diz estudo
17 de dezembro de 2023
Ovos fazem bem a saúde, segundo estudo
19 de dezembro de 2023

Como são suas fezes? Conheça a escala Bristol

A Escala Fecal de Bristol é uma ferramenta utilizada para avaliar a saúde intestinal. Segundo a escala, os Tipos 1 e 2 indicam constipação (intestino preso); os Tipos 3 e 4 são as “fezes ideais”; e os Tipos 5, 6 e 7 indicam diarreia.

No photo description available.
Desconforto intestinal (como constipação, gases, dores abdominais, refluxo, diarréia), problemas na pele (como acne) ou emocionais (ansiedade ou alterações no humor) e até mesmo a insônia podem ser indícios de que há algo de errado em seu intestino.

Dieta inadequada, excesso de açúcar, estresse, poluição ambiental ou mau funcionamento do sistema imunológico, podem criar um desequilíbrio biológico, com o crescimento desordenado de bactérias, fungos e outros invasores. Um intestino danificado pode ocasionar doenças inflamatórias intestinais (DII), um grupo de doenças crônicas do trato gastrintestinal que podem ocorrer em qualquer fase da vida. As principais são a doença de Crohn (DC) e a colite ulcerosa (CU).

A maneira de evitar problemas intestinais é a prevenção por meio de mudanças de hábitos alimentares. Nos casos mais crônicos, a limpeza dos intestinos e a reestruturação da flora intestinal são fundamentais. Mas sempre precisamos nos lembrar da influência do fator emocional no aparelho digestivo. Então, é imprescindível uma transformação de padrões internos, evitando o domínio do estresse e dos pensamentos negativos.

A nutrição funcional ajuda muito, além de investir em alimentos verdes em geral, uma outra boa atitude é evitar ao máximo a quantidade de produtos altamente glicêmicos. O que mais acelera o desenvolvimento dos agentes patogênicos é o excesso de glicose presente na corrente sanguínea. Por isso, evite alimentos como açúcar, pães, massas, cereais refinados, refrigerantes, sucos industrializados etc, pois uma microbiota em disbiose Isso favorece a manifestação de doenças de todos os tipos. No caso de frutas naturais adocicadas, você pode contornar o problema do excesso de açúcar mastigando bem, o que permite que as enzimas presentes na saliva interajam com seu conteúdo, reduzindo os picos de glicemia na corrente sanguínea!

Agora, uma pergunta intima: como é o seu cocô de acordo com a Escala de Bristol?

WhatsApp chat